fbpx

A sabedoria de Bertrand Russell

O matemático e filósofo britânico Bertrand Russell nasceu em 18 de maio de 1872, e morreu em 2 de fevereiro de 1970. Confira um pouco da sabedoria do aniversariante do dia:

“O medo é a principal fonte de superstição e uma das principais fontes de crueldade. Conquistar o medo é o início da sabedoria.”

“O medo coletivo estimula o instinto de rebanho e tende a produzir ferocidade em relação àqueles que não são considerados membros do rebanho.”

“Deve-se, em regra, respeitar a opinião pública na medida do necessário para evitar a fome e manter-se fora da prisão, mas tudo o que vai além disso é submissão voluntária a uma tirania desnecessária.”

“Nem um homem, nem uma multidão, nem uma nação podem ser confiáveis para agir humanamente ou pensar com sanidade sob a influência de um grande medo.”

“O medo do desastre faz com que todos ajam da mesma maneira que aumenta o desastre.”

“Se houvesse no mundo de hoje um grande número de pessoas que desejassem sua própria felicidade mais do que desejassem a infelicidade dos outros, poderíamos ter um paraíso em poucos anos.”

“O fato de uma opinião ter sido amplamente defendida não é evidência alguma de que não seja totalmente absurda; de fato, em vista da tolice da maioria da humanidade, uma crença amplamente difundida tem mais probabilidade de ser tola do que sensata.”

“A maioria dos maiores males que o homem infligiu ao homem veio de pessoas que se sentiam bastante seguras sobre algo que, de fato, era falso.”

“A ciência não visa estabelecer verdades imutáveis e dogmas eternos; seu objetivo é aproximar-se da verdade por aproximações sucessivas, sem pretender que em nenhuma etapa tenha sido alcançada a exatidão final e completa.”

“Mesmo quando todos os especialistas concordam, eles podem estar enganados.”

“Não tenha medo de ser excêntrico na opinião, pois toda opinião agora aceita já foi excêntrica.”

“A maioria dos seres humanos, embora em graus variados, deseja controlar não apenas suas próprias vidas, mas também as vidas dos outros.”

João Luiz Mauad

João Luiz Mauad

João Luiz Mauad é administrador de empresas formado pela FGV-RJ, profissional liberal (consultor de empresas) e diretor do Instituto Liberal. Escreve para vários periódicos como os jornais O Globo, Zero Hora e Gazeta do Povo.