fbpx

Os CEOs da tecnologia e a ignorância dos políticos

Pensando agora na transmissão da sessão de uma comissão do Congresso Americano que a Fox transmitiu…

Dá-me náuseas!

Como um país como os Estados Unidos pode ter políticos com a mesma índole e mentalidade que os políticos brasileiros?

São anticapitalistas, invejosos, arrogantes, mal-educados e ignorantes. Não sobrou um ali para defender a livre iniciativa, a propriedade privada, o livre mercado.

Um deles parecia não entender as explicações dadas pelo CEO da Amazon, Jeff Bezos. Na realidade, não queria. Fazia perguntas cheias de retórica e quando o maior empresário que os EUA já viu nos últimos anos tentava responder, era interrompido abruptamente por este congressista mentecapto, que continuava a fazer acusações descabidas.

Acusava a Amazon de concorrência desleal com os parceiros que usam voluntariamente a plataforma virtual da Amazon e sua logística imbatível para existir, florescer e prosperar.

Acusava a Amazon de hegemonia monopolística, sendo que a participação de mercado que a empresa de e-commerce detém foi obtida graças à preferência dos consumidores pela competência do genial empreendedor que revolucionou o comércio internacionalmente.

O mundo tem melhorado, enriquecido, por sujeitos como aqueles que estavam lá para prestar contas indevidamente como se fossem meninos travessos – Jeff Bezos da Amazon, Mark Zuckerberg do Facebook, Tim Cook da Apple e Sundar Pichai da Google.

A perversão contida naquelas cenas patéticas pode ser resumida na frase dita por um dos congressistas democratas, político de carreira, David N. Cicilline (D-R.I.).

“Our founders would not bow before a king. Nor should we bow before the emperors of the online economy,” , ou,

“Nossos fundadores não se curvariam perante um rei. Nem nós devemos nos curvar perante os imperadores da economia on-line.”

Não entendeu nada.

Os fundadores da América queriam exatamente isso: que nenhum indivíduo tivesse que dar satisfações ao político que se acha todo poderoso por ter a coerção na sua mão.

Os empresários são bilionários administrando megaempresas porque eles se curvam à vontade do rei dos mercados, o consumidor, para com eles ganharem em trocas voluntárias para mútuo benefício. Coisa que esses políticos que ganham sem nada produzir não têm noção do que seja.

Esses congressistas devem não apenas se curvar perante homens como Bezos ou Cook, mas também engraxar os sapatos de todos aqueles que produzem.

Roberto Rachewsky

Roberto Rachewsky

Empresário e articulista.