fbpx

O coiote petista do Acre

JOÃO NEMO*

O conceito de Direitos Humanos rompe todas as fronteiras, inclusive as da lógica elementar.

Nilson_mourao_secretario_justica_AcNo Acre há um secretário de Justiça “e” Direitos Humanos, o que no mínimo é um pouco redundante. Direitos Humanos, supõe-se, fazem parte da Justiça, ou então é alguma coisa que nada tem a ver com Direitos. Complicada a coisa.

Mas a última façanha do governador Tião Viana (PT, naturalmente) e do seu secretário para essa pasta, foi descobrir que a maneira ideal de contribuir com o exercício desse direito por parte dos haitianos que chegam ao Acre, graças à generosidade local, é dar-lhes uma passagem só de ida para São Paulo. O governador diz que a elite paulistana é preconceituosa, racista, higienista etc e, portanto, o melhor lugar para receber haitianos é no meio dela.

No Acre, onde ele e o governo federal exibem o seu bom coração recebendo imigração irregular, não dá. Então, sem consulta prévia, nada como despejá-los com uma mão à frente e outra atrás na cidade de São Paulo, onde pode contar com o silêncio constrangido do seu colega de partido. À secretária de Justiça do Estado, que ousou criticá-lo, o governador ameaça com as sete pragas do Egito.

Pessoalmente não tenho nenhum preconceito, nem para o bem nem para o mal, em relação a haitianos, mas confesso que tenho um enorme preconceito contra caras-de-pau.

* SOCIÓLOGO E CONSULTOR DE EMPRESAS EM DESENVOLVIMENTO GERENCIAL

Ligia Filgueiras

Ligia Filgueiras

Jornalista, Bacharel em Publicidade e Propaganda (UFRJ). Colaboradora do IL desde 1991, atuando em fundraising, marketing, edição de newsletters, do primeiro site e primeiros blogs do IL. Tradutora do IL.