fbpx

Kansas corta mesada dos pobres: nada de cinema nem ida à piscina à custa do governo


piscinaO governador do estado americano, o republicano Sam Brownback, sancionou projeto de lei da Câmara dos Representantes que põe um limite à “variedade” dos benefícios do governo:
as famílias que recebem auxílio não vão poder mais usar esses recursos para frequentar piscinas, ir ao cinema, participar de jogos de azar ou se tatuar à custa do dinheiro do estado.

E essas são apenas algumas das restrições previstas na lei. A iniciativa, chamada de Lei da ESPERANÇA, “proporciona uma oportunidade para o êxito na vida”, segundo o governador. [Essa lei] “É sobre a dignidade do trabalho e ajuda as famílias a passarem da dependência de uma ninharia do governo para se tornarem autossuficientes, desenvolvendo as aptidões necessárias para encontrarem um emprego bem remunerado e construirem uma carreira.”

Entre os itens proibidos pela nova lei estão também: piercings corporais, massagens, spas, tabaco, salões de beleza, lingerie, lojas, visitas a médiuns e até navios de cruzeiro.

A reportagem de Peter Holley e Elahe Izadi estão no Washington Post desta quinta-feira, 16/04:

Kansas bans welfare recipients from seeing movies, going swimming on goverment’s dime

imagem: Wikipédia 
Ligia Filgueiras

Ligia Filgueiras

Jornalista, Bacharel em Publicidade e Propaganda (UFRJ). Colaboradora do IL desde 1991, atuando em fundraising, marketing, edição de newsletters, do primeiro site e primeiros blogs do IL. Tradutora do IL.