fbpx

Falta de controle

Paulo_Roberto_Costa_Veja_FolhaPressO mais assustador no caso do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, não são os seus anos de atuação como profissional desta empresa. É a completa ignorância da Polícia Federal referente às atividades do ex-diretor.

Agora, sabe-se que Paulo Roberto tem passaporte português. E mais, também tem cidadania portuguesa. Único dos presos na operação lava-jato que teve habeas corpus concedido pelo ministro Teori Zavascki.

A Polícia Federal estima que Paulo Roberto teria amealhado uma fortuna de US$300 milhões nos últimos anos, sem que ninguém na Petrobras percebesse.

Juntar uma fortuna como essa deveria chamar a atenção. Só justificável por uma absoluta falta de controle.

[divide]

Leia também: Ex-diretor da Petrobras entrega passaporte português à Justiça

CPI da Petrobrás do Senado convoca ex-diretor preso na Lava Jato

Imagem: Paulo Roberto Costa / Veja (Folhapress)

links atribuídos pela Editoria