fbpx

O que é risco país e risco Brasil?

Para aqueles que não sabem, risco país, ou risco-soberano, é uma metodologia criada pelo banco JP Morgan, na década de 90, a fim de avaliar o risco de investimento em países emergentes. De maneira geral, ele avalia a capacidade dos países emergentes de pagarem suas dívidas e ter subsídios para fazer ou não investimentos na região, dessa maneira indicando aos investidores vindos dos países desenvolvidos se vale ou não fazer aplicações naquele país.

O risco país aborda cinco variáveis principais na hora de definir uma nota. Elas são: instabilidade política, déficit fiscal, crescimento econômico e a relação dívida/PIB. Através dessas variáveis, e utilizando a metodologia EMBI+, o JP Morgan é capaz não só de definir notas de risco para os países, mas também calcular a diferença entre a taxa de retorno dos títulos públicos dos países emergentes e do Tesouro dos Estados Unidos, referência de segurança para o mercado financeiro. Esse indicador é conhecido como Spread Soberano.

O risco Brasil, por sua vez, é o indicador para os desafios de se investir aqui. Além de nós, outros 18 países possuem um medidor de risco-soberano para chamar de seu, dentre eles: Argentina, Colômbia, Filipinas, Egito, África do Sul, Rússia, México e alguns outros.

Através deles, os investidores conseguem entender se os retornos apresentados nesses países são suficientes para compensar o risco apresentado e, também, se há qualquer risco ligado a ativos específicos, como por exemplo o risco de calote de um país que oferta títulos de dívida. Em momentos em que o risco país sobe, os investidores passam a exigir retornos maiores para fazer valerem seus investimentos. Por esse motivo, vemos altos juros em países que passam por momentos de instabilidade econômica ou que enfrentam algum momento de risco exacerbado.

*Artigo publicado originalmente na página Liberalismo Brazuca no Facebook.

Instituto Liberal

Instituto Liberal

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.