A falácia de “O petróleo é nosso” e o alto preço dessa ideia

Monopólios estatais são tidos por muitos como uma vantagem estratégica. A multa que a Petrobras transferirá para seus clientes, queiram eles ou não, desmente essa premissa.

Por conta do monopólio, não há escapatória. Paga-se pela incompetência e pelo mau-caratismo dos governantes e gestores da estatal.

Se a Petrobras vendesse gasolina nos EUA, para pagar a multa por seus crimes teria que vender mais de 4 bilhões de litros. A sorte dela é que ela vende gasolina no Brasil (91% mais cara que nos EUA), com a venda de apenas 2,2 bilhões de litros ela consegue pagar o que a Justiça americana determinou que pagasse aos acionistas lesados por ela naquele país.

Leia também:  A importância da Reforma da Previdência: uma questão de matemática e não de ideologia! – Dados de 2018 Atualizados

Aos brasileiros, além de terem sido lesados como “acionistas”, resta serem lesados diariamente apenas para manterem três idéias falaciosas:
“O Petróleo é nosso.”
“O monopólio estatal de energia é estratégico.”
“A Petrobras é do povo brasileiro.”

Sei…

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Leia também:  Menos socialismo, mais capitalismo: pela redução da intervenção estatal