fbpx

E se Jeff Bezos ou Elon Musk vivessem no Brasil?

Existe a ideia mal concebida de que, se indivíduos como Jeff Bezos ou Elon Musk vivessem no Brasil, seriam parte da elite do funcionalismo público, incentivados pelo ganho material, pela segurança e estabilidade que poderiam ter nas carreiras de juízes, procuradores ou burocratas estatais de alta patente.
Ledo engano!
Gente como Jeff Bezos ou Elon Musk não é movida pelo ganho material, pela segurança e estabilidade no emprego. O que move e incentiva empreendedores como eles é a inovação, a excelência, a realização de sonhos e propósitos que só podem ser alcançados quando se arrisca, quando se coloca a própria vida em jogo, mesmo sabendo que pode perder tudo que conquistou da noite para o dia.

Isso não se conquista com concurso público.

Empreendedores como Elon Musk ou Jeff Bezos prefeririam morrer a terem que prestar concurso para viver à custa dos outros através da coerção.

No Brasil, nós temos heróis como Jeff Bezos e Elon Musk que desafiam todos os dias os incentivos nefastos que o governo impõe para que o empresário desista dessa obsessão de viver livre, com integridade, para realizar seus sonhos e propósitos.

O que move os empreendedores não é apenas a satisfação material do corpo, mas a superação intelectual de quem tem na própria alma a fonte do ser e da vitória.

Quem acha que um Elon Musk ou Jeff Bezos se renderia às conveniências de um emprego público, não conhece o espírito dos John Galts e Howard Roarks que existem em qualquer lugar do mundo.

Roberto Rachewsky

Roberto Rachewsky

Empresário e articulista.