De Arthur Chagas Diniz para Dilma Rousseff

Prezada Senhora,

O Brasil – país – está caminhando de mal a pior. Não me refiro exclusivamente a variáveis de natureza econômica e/ou financeira. O nosso PIB – Produto Interno Bruto -, ou seja, a totalidade dos bens e serviços que produzimos, vem declinando. Comparativamente às expectativas que tínhamos há mais de 10 anos, os resultados são pífios. Nossa classificação no cenário mundial como produtores de bens e serviços só fez declinar em seus mandatos.

PIB_Per_Capita_in_2014

Esperava-se muito do aumento de produção e, especialmente, do aumento de produtividade, já que, declaradamente, fizemos uma opção por investimentos em Educação, caracteristicamente os de melhor retorno. O resultado tem sido negativo.

Não a culpo com exclusividade pelos resultados, mas a senhora é uma cabeça dura. Afinal, depois de um mau governo, a senhora foi reeleita, provavelmente por um marketing bem feito e/ou equívoco de entendimento decorrente da falta de educação de grande parte da população. Talvez a maior parte da população tenha “comprado” um produto errado que era perceptível desde que a senhora assessorou o governo que a antecedeu.

Sei que relutou muito até aceitar a imposição de Lula à sua candidatura. Lula pensava nele e no PT e não, no Brasil. Provavelmente o PT não tinha ninguém como alternativa, mas os resultados do Brasil devem tê-la convencido do erro de Lula em forçá-la a aceitar.

Mas ainda é tempo. Quanto mais rapidamente a senhora renunciar, mais os brasileiros lhe deverão. Um gesto de grandeza AGORA lhe acrescentaria ao curriculum vitae um valor que superaria, pelo menos parcialmente, o que sua incompetência e prepotência já nos causaram. Sei que a maior parte de seus auxiliares e outros administradores de baixa qualificação vão sentir – e muito – sua ausência, mas pense bem: é para o bem do Brasil!

[divide]

 

imagem: PIB per capita por países em 2014. Fonte: Wikipédia