fbpx

Crime e castigo

Petrobras_sede_RioEstamos assistindo, estupefatos, ao que a imprensa, com enorme precisão, alcunhou de “crime na Petrobras”.

Embora ainda não alcançadas pelo “lento braço da lei”, as executivas Dilma Rousseff e Maria da Graça Foster devem estar, no mínimo, preocupadas. Por enquanto, o indigitado criminoso, de cargo mais elevado na estatal, é Nestor Cerveró. Não é um novato no cargo, é diretor indicado pelo ex-presidente Lula.

Entre outras acusações, a mais importante é a da compra da refinaria de Pasadena por valor superfaturado. Dilma alega que aprovou a aquisição com base em parecer insuficiente. Ora, a desculpa é pobre porque qualquer cidadão de mediana inteligência e preparo, quando a avaliação é imprecisa, rejeita e não aprova a aquisição de qualquer bem, mormente de uma refinaria. O crime foi aprovar a compra, o castigo é ver sua decisão contestada pelos fatos.

Para uma pessoa “tão cheia de si”, Dilma deve estar arrasada. Com toda razão.

[divide]

Saiba mais:

‘Esquema de corrupção na Petrobras não foi estancado’, diz MPF

Cerveró transferiu bens após início da investigação da Lava Jato, diz MP

 

fonte da imagem: Wikipédia; links atribuídos pela Editoria

Um comentário em “Crime e castigo

  • Avatar
    16/01/2015 em 11:10 am
    Permalink

    Infelizmente acredito que NADA de mais efetivo acontecerá com estes pulhas.
    Ir até as ultimas consequências nestes casos de corrupção e politicagem é ABALAR as ESTRUTURAS do PODER ESTATAL …E ISSO NÃO VAI ACONTECER.

    Alguns pegarão penas compensadoras e outros, a exemplo do MENSALÃO, nem isso.
    Apenas alguns bodes expiatórios e alguns panacas serão penalizados como BOIS de PIRANHA.

    O petrolão, o BNDSzão, fundos de pensão, e quantos por ACASO virem, todos terão o mesmo desfecho do MENSALÃO.
    Apenas umas alegorias e o Poder persistirá.

    Aliás sem a corrupção e toda sorte de empreguismo e distribuição de verbas estatais para aliados e propagandistas midiaticos, não mais existiria pobreza. Com a produtividade atual e os recursos a pobreza estaria eliminada.
    CONTUDO é da pobreza que o PODER ESTATAL se ALIMENTA.
    Não é por acaso que há distribuição de benesses para paises miseráveis e atrasados ENQUANTO estes governos “caridosos” poderiam investir para a melhoria da prestação de serviços Á PROPRIA POPULAÇÃO.

    …mas, sempre mas, em nome da bondade e da caridade paises mantêem a pobreza interna enquanto distribuem as riquezas que roubam da própria população para tiranias miseráveis, DELIBERADAMENTE ESTERILIZANDO CAPITAL. …PARA MANTER PERCENTUAL DE POBREZA EM SEUS PAISES e em NOME DESTA PERSISTIR EXPLORANDO E SUBMETENDO SUAS POPULAÇÕES.

    Não há qualquer interesse político em eliminar a pobreza. ISTO SERIA O FIM do PODER do ESTADO SOBRE A POPULAÇÃO.

Fechado para comentários.