Comunicado de parceria com a Gazeta do Povo

Caros leitores, Como vocês sabem, a coisa que mais prezo neste meu ofício de formador de opinião é a independência. Sem ela, não há sequer espaço para exercer o outro valor fundamental que endosso: a honestidade intelectual. Já passei por vários veículos de comunicação, como o Valor, a revista Voto, o jornal O Globo e […]

Caros leitores,

Como vocês sabem, a coisa que mais prezo neste meu ofício de formador de opinião é a independência. Sem ela, não há sequer espaço para exercer o outro valor fundamental que endosso: a honestidade intelectual.

Já passei por vários veículos de comunicação, como o Valor, a revista Voto, o jornal O Globo e a Veja, e hoje sou colunista na Gazeta do Povo e na revista IstoÉ, além de manter um blog independente. O denominador comum sempre foi esse: nunca aceitei ser pautado, ter de abandonar meu estilo e meu conteúdo.

E nunca precisei fazer isso. Quando os objetivos divergiram e eventualmente entraram em choque, os contratantes exerceram sua liberdade e eu fui buscar outro canal de divulgação. Faz parte, e nunca desanimei, pois sabia que alguém estaria disposto a dar suporte a um liberal com a coragem de dizer o que realmente pensa. Haveria sempre o caminho também de eu mesmo criar um canal próprio.

Foi o que fiz com meu blog, que continuou tendo o mesmo sucesso; na verdade até mais, aumentando a cada dia sua audiência. Mas o voo solo apresenta, como tudo na vida, vantagens e desvantagens. Há sem dúvida coisas que um grupo respeitável pode agregar, naturalmente preservando minha independência.

Enquanto uma nova parceria desse tipo não acontecia, decidi investir na caminhada solitária, e aderi ao Patreon, um instrumento fantástico em que os próprios leitores podem se tornar “patronos” diretos do autor, colaborando e permitindo investir no crescimento do canal.

Mas, antes mesmo de poder testar essa possibilidade, eis que surgiu uma proposta de um grupo de comunicação sério disposto a abrigar meu blog sob sua marca e me oferecer todo tipo de suporte necessário para que eu possa focar apenas naquilo que mais gosto e, acredito, faço melhor: a produção de conteúdo.

Sou colunista da Gazeta do Povo desde 2015. Tornei-me assinante também, e passei a acompanhar o restante do material: tiro meu chapéu para a qualidade. Eu assinaria embaixo da imensa maioria de editoriais, tenho profundo respeito por outros colunistas, e percebo a seriedade do trabalho de jornalismo da equipe.

No Paraná, nem é preciso falar das qualidades da Gazeta: o povo as conhece, e por isso é o principal jornal do estado. Mas vivemos no mundo globalizado das redes sociais, da internet, e não há mais essa barreira regional. De fato, metade dos leitores do site da Gazeta vem de fora, de outros estados. E é justamente aí que há o maior espaço para crescimento.

Por isso, é com muita honra que comunico a parceria com a Gazeta do Povo, que certamente irá fortalecer minha missão de divulgar o máximo possível minhas crenças no liberalismo clássico. Convido todos os meus leitores a conhecer melhor o excelente trabalho que eles fazem lá. Acredito que não irão se decepcionar.

Obrigado a todos pelo apoio fundamental,

Rodrigo Constantino

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal e Rodrigo Constantino no Patreon!