fbpx

A sabedoria de Baruch Espinosa

O filósofo holandês Baruch Espinosa nasceu no dia 24 de novembro de 1632 e morreu em 21 de fevereiro de 1677. Algumas frases do aniversariante do dia:

“Os governos mais tirânicos são os que criminalizam a opinião, pois todos têm direito inalienável aos seus pensamentos.”

“Devemos ter o cuidado de não admitir como verdadeiro o que é apenas provável. Pois quando uma falsidade é admitida, outras infinitas se seguem.”

“Leis que prescrevem no que todos devem acreditar, e proíbem os homens de dizer ou escrever qualquer coisa contra esta ou aquela opinião, são frequentemente aprovadas para gratificar, ou melhor, apaziguar a raiva daqueles que não suportam mentes independentes.”

“Não se surpreenda com as novas ideias; pois é bem sabido que uma coisa não deixa de ser verdadeira porque não é aceita por muitos.”

“As academias fundadas com despesas públicas são instituídas não tanto para cultivar as habilidades naturais dos homens, mas para restringi-las.”

“O supremo mistério do despotismo, sua sustentação e fundamentação, é manter os homens em um estado de engano, … de modo que lutem por sua servidão como se fosse para sua salvação.”

“A liberdade é absolutamente necessária para o progresso da ciência e das artes.”

“O objetivo final do governo não é governar ou restringir pelo medo, nem exigir obediência, mas libertar todo homem da ilusão de que ele possa viver com toda a segurança possível … Na verdade, o verdadeiro objetivo do governo é a liberdade.”

“Aquele que tudo regulamenta por leis, é mais provável de suscitar vícios do que reformá-los.”

“Todas as leis que podem ser quebradas sem qualquer dano a outrem … estão tão longe de refrear os desejos e luxúrias dos homens que, pelo contrário, os estimulam.”

“O máximo de liberdade que o ser humano pode aspirar é escolher a prisão na qual quer viver… Diga-me qual é a sua tribo e eu direi qual é a sua clausura. Só há liberdade se a sua vida for determinada por você mesmo.”

João Luiz Mauad

João Luiz Mauad

João Luiz Mauad é administrador de empresas formado pela FGV-RJ, profissional liberal (consultor de empresas) e diretor do Instituto Liberal. Escreve para vários periódicos como os jornais O Globo, Zero Hora e Gazeta do Povo.

Deixe uma resposta