A Democracia de um neurônio só

massa news Toda unanimidade é burra, disse o Nelson Rodrigues. Sem dar muita bola para o Nelson ou para a burrice, o Brasil é um país onde imperam algumas unanimidades.  O programa governamental  Bolsa Família é uma unanimidade nacional.  Não há um líder político, um acadêmico reconhecido, uma voz que fale ao povão que, de fato, questione o programa. A exceção de praxe cabe a alguns jornalistas.

Todas os atores que se apresentam no cenário político, quando passam pelo Bolsa Família, estacionam no lugar comum. Irão mantê-lo, aprimorá-lo e ampliá-lo. Ninguém é capaz de dizer até onde ou mesmo, até quando. Parece que o objetivo é fazer com que totalidade da população seja beneficiária direta do papai governo. Somos uma nação de esfomeados que jamais serão capazes de se auto-sustentar.

Leia também:  Série Heróis da Liberdade: George Orwell

A superficialidade do debate, ou melhor, a inexistência do debate faz com que a conclusão óbvia para um liberal fique encoberta, fora do alcance até mesmo das ditas mentes mais brilhantes não precisamente marxistas: o sucesso de um programa social não se mede pelo número de pessoas que entram nele, mas pelo número de pessoas que dele saem! Ronald Reagan teria dito algo assim.

 

Publicado originalmente em Massa News. Para ler na integra basta clicar aqui.

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Leia também:  Considerações sobre as eleições de 2018