fbpx

Precisamos da DESCONSTITUIÇÃO dos poderes do Estado

A direita conservadora tem medo de uma nova assembleia constituinte porque pode gerar uma constituição ainda pior.

Entendem que novos constituintes estariam tão apegados ao patrimonialismo, ao corporativismo, ao socialismo, ao coletivismo e ao estatismo que repetiriam uma constituição como a atual, só que sem as cláusulas pétreas que fornecem alguma garantia aos direitos individuais.

A esquerda “progressista” teme que uma nova assembleia constituinte possa gerar uma constituição pior para ela.

Entendem que com toda a roubalheira e a crise econômica, o povo insatisfeito, elegeriam constituintes propensos a liberalizar mais as coisas, reduzindo o patrimonialismo, o corporativismo, o socialismo, o coletivismo e o estatismo que hoje pervertem a nossa constituição.

É certo que a constituição cidadã, de resultado dos nossos problemas éticos, se tornou causa de nossos problemas políticos e econômicos.

Esquerda e direita temem que se o bicho for cutucado, ele pode piorar. Será?

Ora, é o nosso dilema se correr o bicho pega, se ficar o bicho come?

Quem sabe não é hora de pegar esse bicho antes que ele nos pegue, e/ou nos coma?

Ah, mas a atual constituição tem cláusulas pétreas que protegem as “liberdades individuais”.

Isso! Zé Dirceu agradece.

Ah, mas ela tem avanços sociais indiscutíveis.

Isso! Milhões de desempregados e a sociedade falida agradece.

Para o Zé Povinho, esse que empreende ou trabalha de verdade, a liberdade individual que ele tem é para pagar impostos até morrer de fome e obedecer a regulamentação até morrer de inanição.

Já disse, não precisamos de uma nova constituição, nem dessa que nem completou 30 anos e já está decrépita.

Precisamos mesmo é de uma DESCONSTITUIÇÃO AMPLA, GERAL e IRRESTRITA dos poderes do estado para que devolvam, não o Brasil que ninguém quer essa encrenca, mas a vida de cada um, aos seus legítimos donos, que não são nem os políticos, nem os burocratas e nem os juízes.

Os donos de suas vidas são os próprios indivíduos, esses cuja liberdade e propriedade têm sido sequestradas e servido para que essa gente, encastelada no poder, alcance a sua própria e imerecida felicidade.

Roberto Rachewsky

Roberto Rachewsky

Empresário e articulista.