Os ambientalistas-melancias e o planeta vermelho

Os maiores estragos que o “aquecimento global” – vulgo “mudança climática” – pode produzir vem dos mesmos que querem supostamente evitá-lo: os ambientalistas-melancias e suas políticas genocidas.

Esses que se preocupam com o planeta são tão reacionários que deveriam estar vivendo antes da era glacial, correndo dos dinossauros e comendo protozoários.

O planeta Terra só tem importância existencial porque há vida inteligente a habitá-lo.

Se deixassem os comunistas sozinhos no planeta, quando não estivessem matando uns aos outros, estariam morrendo de fome.

A Terra sem liberdade seria tão importante para nós quanto é Marte. Deixem os ambientalistas-melancias dominarem a política de leste a oeste e de norte a sul que iremos ao planeta vermelho sem precisarmos sair do planeta azul.

Roberto Rachewsky

Roberto Rachewsky

Empresário e articulista.