fbpx

Glenn Greenwald não suportou os odores da instituição que ele próprio ajudou a fundar

A decomposição moral da mídia americana, mundial na realidade, é tão profunda e extensa que nem Glenn Greenwald suportou os odores da instituição que ele próprio ajudou a fundar, The Intercept.

O jornalista acabou pedindo demissão depois que seus artigos criticando Joe Biden deixaram de ser publicados.

Ele inclusive criticou The Intercept e Twitter por quererem proteger o ex-vice presidente envolvido em pesadas denuncias de corrupção.

Como já disseram no passado, jornalismo alinhado incondicionalmente com as forças políticas não é jornalismo, mas propaganda.

O problema do Glenn Greenwald é que ele consegue sentir os odores alheios, mas já se acostumou com o cheiro fétido da sua própria imoralidade, como se viu aqui no Brasil quando ele apoiou petistas e toda a corja que girava no seu entorno.

Existe aquele ditado que diz que a grama do vizinho sempre parece mais verde que a nossa. Glenn inaugurou um novo ditado. A grama do vizinho sempre parece feder mais do que a nossa.

Roberto Rachewsky

Roberto Rachewsky

Empresário e articulista.