O lamentável abandono do Canecão

canecão

O Canecão foi por muitos anos a principal casa de shows do Rio de Janeiro e uma das principais do Brasil. Hoje é apenas um lixão da UFRJ, a faculdade que abriga o DCE que queria morte aos cristãos mostrado aqui: http://on.fb.me/1tQPgzs

Inaugurado em 1967, o Canecão foi palco de apresentações dos grandes nomes da música brasileira e alguns shows históricos como o da volta de Raul Seixas mostrado no documentário “Raul – O Início, o Fim e o Meio” e de Cazuza, pouco antes de morrer, um momento único que é mostrado no filme “Cazuza – O Tempo Não Para”.

Leia também:  Como analisar se um ser humano é ou não perfeito?

Na parede da casa, uma das mais importantes obras de um artista plástico brasileiro: o mural pintando por Ziraldo em 1967 com 32 metros de comprimento e 6 metros de altura. É uma obra impressionante, recentemente digitalizada, de deixar qualquer um de queixo caído.

Em 2010, a UFRJ venceu uma longa batalha judicial contra os antigos donos e assumiu a casa. Várias pichações apareceram como “cultura não é mercado”, “o Canecão é da UFRJ e do povo” e palavras de ordem do gênero.

Quatro anos depois, o Canecão é um prédio fantasma, abandonado, e segundo técnicos parte da estrutura já está condenada. O isolamento acústico se perdeu e a vitória judicial da universidade significou a morte de uma das mais vibrantes e icônicas casas de show do país. Não há previsão de reinauguração da casa.

Leia também:  O que é o liberal conservador?

Se você quer ter uma idéia do que seria um país administrado pela mentalidade dos pichadores da UFRJ, o Canecão te dá uma boa idéia.

“Canecão vira depósito de carteiras da UFRJ após quatro anos fechado” http://cbn.globoradio.globo.com/rio-de-janeiro/2014/09/17/CANECAO-VIRA-DEPOSITO-DE-CARTEIRAS-DA-UFRJ-APOS-QUATRO-ANOS-FECHADO.htm#ixzz3LQ8sN2Na

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal no Patreon!
Leia também:  O que impera na Venezuela é o estado de anomia