Alerta: governadores e prefeitos não podem destruir os fundos de pensão dos funcionários!

Sejamos claros: vários governadores e prefeitos estão usando recursos do fundo de previdência dos funcionários públicos estaduais e municipais para fecharem as contas. Tal procedimento necessita de aprovação da Assembleia Legislativa (ou da Câmara de Vereadores). Faço aqui meu pedido a Todos os Deputados Estaduais e Vereadores: NÃO deixem os governadores e os prefeitos destruírem […]

Sejamos claros: vários governadores e prefeitos estão usando recursos do fundo de previdência dos funcionários públicos estaduais e municipais para fecharem as contas. Tal procedimento necessita de aprovação da Assembleia Legislativa (ou da Câmara de Vereadores). Faço aqui meu pedido a Todos os Deputados Estaduais e Vereadores: NÃO deixem os governadores e os prefeitos destruírem os fundos de pensão dos funcionários estaduais e municipais.

O governador do Distrito Federal já meteu a mão no fundo de previdência dos funcionários do Distrito Federal. Vários outros estados e municípios estão fazendo o mesmo. E depois? O que irá acontecer quando esses funcionários se aposentarem??? Óbvio que esse problema é uma bomba relógio, os governadores estão empurrando esse problema para o futuro. No futuro essa conta será muito mais pesada e difícil de pagar do que se o problema fosse enfrentado hoje.

2018 é um ano eleitoral. Governadores querem gastar mais recursos, querem contratar mais funcionários, pois acreditam que assim sua chance de reeleição aumenta. Sim, isso pode ser verdade. Mas a que custo? Ao custo de sacrificar mais ainda as já destruídas contas públicas. E aqui cabe um alerta: é óbvio que nesse ritmo os estados caminham para se transformarem em insolventes no futuro. Isto é, ao aumentar os gastos públicos em vez de reduzi-los os governadores transferem para o próximo governador eleito o custo do ajuste. Em breve teremos vários “Rio de Janeiros” espalhados pelo país. Estados sem capacidade de sequer pagar o salário de seus funcionários e pensionistas.

Peço que os deputados estaduais e vereadores lutem contra isso. Não permitam que os governadores e prefeitos usem recursos destinados a pagamento futuro de aposentadorias para o pagamento de outras despesas.

Repito: os fundos de pensão estaduais e municipais são uma verdadeira bomba relógio, prontas para explodirem nos próximos anos. É dever dos deputados estaduais e vereadores não permitir que governadores e prefeitos piorem ainda mais essa situação.

Um último alerta: o governo federal precisa ficar atento a essa destruição dos fundos de previdência dos funcionários públicos estaduais e municipais. Afinal, quem você acha que será obrigado a pagar essa conta quando os estados e municípios falirem??? É óbvio que essa conta vai cair no colo do governo federal, isto é, todos os contribuintes brasileiros serão obrigados a pagar a conta da irresponsabilidade de alguns governadores e prefeitos. Pior que isso, aqueles estados e municípios que estão ajustando suas contas serão obrigados a socorrerem os estados e municípios irresponsáveis. Em outras palavras, os responsáveis serão obrigados a pagar a conta gerada pelos irresponsáveis. Pior que isso: governadores e prefeitos honestos, que realizaram o ajuste fiscal e pagaram o preço político disso verão o governo federal premiando os governadores e prefeitos irresponsáveis. Isso simplesmente não é correto!

Gostou do texto? Ajude o Instituto Liberal e Adolfo Sachsida no Patreon!