O espectro político circular (III – Final)

(para ler a primeira e a segunda partes, clique, respectivamente, aqui e aqui) O espectro político na era da democracia Como previra Tocqueville (1805-1859), a modernidade aceitaria a democracia e a ditadura, mas não a oligarquia. As matrizes ideológicas apontadas anteriormente surgiram em um período em que a expansão do sufrágio era uma questão importante […]

Leia mais

O espectro político circular (II)

(para ler a primeira parte, clique aqui)   O espectro circular e a esquerda da extrema-direita Essa visão circular nos poupa de alguns problemas causados pela tradicional visão linear do espectro político como, por exemplo, onde posicionar ideias como o strasserismo. Os irmãos Gregor (1892-1934) e Otto Strasser (1897-1974) acusavam Hitler (1889-1945) de ter afastado […]

Leia mais

O espectro político circular (I)

Espectro linear e matrizes ideológicas Em Porque não sou conservador, Friedrich Hayek (1899-1992) propõe uma visão triangular das ideologias. No lugar da tradicional visão linear, com o socialismo à esquerda, o conservadorismo à direita e o liberalismo ao centro, as três ideologias formariam três vértices de um triângulo [1]. O interessante dessa proposta é percebermos […]

Leia mais

Libertários e os espaços públicos: indo além da não-agressão

O movimento libertário [1] como conhecemos hoje foi profundamente influenciado pelo princípio de não-agressão de Murray Rothbard, como visto em obras como For a New Liberty: The Libertarian Manifesto (1973) e The Ethics of Liberty (1982). Segundo esse princípio, nenhuma iniciação de agressão à vida, ao corpo e à propriedade legitimamente adquirida de um indivíduo […]

Leia mais