Home
Jovem milionário brasileiro é humilhado em jornal de Portugal Reviewed by Momizat on . MAURÍCIO SÁ * Em vergonhosa entrevista ao telejornal português da TVI,  jovem brasileiro milionário recebe veementes críticas gratuitas, apenas, pelo fato de se MAURÍCIO SÁ * Em vergonhosa entrevista ao telejornal português da TVI,  jovem brasileiro milionário recebe veementes críticas gratuitas, apenas, pelo fato de se Rating:
Você está aqui:Home » IL Blog » Jovem milionário brasileiro é humilhado em jornal de Portugal

Jovem milionário brasileiro é humilhado em jornal de Portugal

MAURÍCIO SÁ *

Em vergonhosa entrevista ao telejornal português da TVI,  jovem brasileiro milionário recebe veementes críticas gratuitas, apenas, pelo fato de ser rico. A jornalista em questão é nada mais nada menos que Judite de Sousa, conceituadíssima profissional portuguesa que não poupou no repertório, que está na moda no linguajar virtual brasileiro, do “invejês” e “recalquês” ao tentar humilhar o rapaz (ao vivo) em seu programa; cobrando, cinicamente, responsabilidade social e alertando-o para que o mesmo fosse mais contido em suas ostentações – uma vez que Portugal está engolfado numa crise profunda isso poderia mexer com os ânimos mais alterados, para não dizer invejosos, dos lusitanos. A referência foi feita pelo fato dele ter gasto uma “bagatela” de 300 mil Euros, recentemente, em sua festa de aniversário de 22 anos, contanto com a presença especial de Pamela Anderson.

Chamá-la de ridícula seria pouco! O comportamento execrável, inoportuno, insipiente e cínico desta mulher foi merecedor do prêmio cara de pau do ano! Cobrar responsabilidade social de um rapaz que está investindo MILHÕES de Euros num país que está esquecido para qualquer investidor racional do mundo é, no mínimo, aborrecedor para qualquer pessoa que tenha bom senso. O fato de ele estar retirando centenas de trabalhadores do desemprego já é absurdamente maior, e mais nobre, do que qualquer doação ou simpatia voluntária pontual. Ademais, escolher Portugal para gastar sua fortuna deveria ser recebido com aplausos e soltura de fogos às margens do Rio Tejo.

Incitar que a pobreza alheia é culpa de quem é rico é moralmente reprovável, senhora Judite!

* MESTRANDO EM CIÊNCIA POLÍTICA NA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

 

Sobre o autor

Instituto Liberal
Instituição sem fins lucrativos

O Instituto Liberal é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a pesquisa, produção e divulgação de idéias, teorias e conceitos que revelam as vantagens de uma sociedade organizada com base em uma ordem liberal.

Número de entradas : 1179

comentários (0)

  • alex pardo

    Na minha opinião ele esta totalmente certo ele esta vivendo a vida dele sem pensar em ninguém e sem depender de dinheiro de ninguém como muitos filho de papai milionários ou bilionários como exemplo o filho do eike batista que se diverte com o dinheiro do outros como do pai dele.
    Eu mesmo posso me confessar que me sinto com um pouco de inveja sim dele poder se divertir sem pensar que no outro mês pode ter risco de ficar sem dinheiro mais ele esta sendo egoísta porque antes de ele tentar ajudar os menos favorecidos chamados (pobres e miseráveis ) ele só esta pensando em si mesmo se eu tivesse a mesma fortuna igual ao dele eu poderia fazer isso se for umas 5 ou 10 vezes na minha vida toda não todo fim de semana ou todo fim de semana como ele costuma fazer mais enfim se um dia ele começar ver a falência na frente dos próprios olhos como o eike batista esta vendo na vida ai ele vai dar mais amor ao seu dinheiro como ele esta tendo amor nas suas gastancia nas noitadas que ele esta fazendo.
    Sobre segurança pode ficar sossegado o povo brasileiro é burrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrooooooooooooooo se não sabe nem alembra as mentiras que os políticos fala e promete em cada campainha politica imagine nessa reportagem que ele fez se exibido com sua fortuna e seus gastos em festa pelas noites

  • Mara

    Brasileiro no exterior só faz (…) até mesmo quando é rico, num pais que está passando uma crise o mínimo que uma pessoa sensata faria era de ser mais discreto, TENHO VERGONHA DESSE POVO QUE VAI PARA FORA só para enxovalhar o nome do BRAVO POVO brasileiro, misericórdia !!!!!!!!!!!!! E me parece que são todos , por isso não somos bem quistos em muitos lugares, e com razão, enquanto os de fora vem pra cá para trabalhar os daqui vai para ….. só Deus sabe , deveriam e nunca falar que são Do Brasil. Tenho vergonha destes conterrâneos mundo afora..

  • Lucas Andrade

    Infeliz investida desta Sra Judite que mais parece estar com inveja do rapaz. Uma vergonha extrema a conduta agressiva e inconveniente, partindo de uma jornalista que aparentemente tinha algum respeito dos portugueses. Resta-nos ter pena da moça. Eu no lugar dele, tinha colocado a mulher no lugar o qual ela pertence.

  • Magna

    Uma pessima jornalista. Frustrada com a miseria do seu pais. Pospos!

  • Fernando de la Riva Averhoff

    O dinheiro da festa gastou dando trabalho e comprando bens em Portugal! “Ora bolas!”…

  • LG

    Maurício, quem tratou bem do episódio foi o blogueiro português Miguel Castello-Branco, autor do blog ‘Combustões’. Em post do dia 17/08, ele escreveu o seguinte:

    “Frioleira de verão sem notícias ou não, a entrevista de Judite de Sousa a Lorenzo Carvalho provocou ondas de choque merecedoras de reflexão sobre os limites deontológicos do exercício do jornalismo. Não sei quem é o jovem milionário nem qual a origem da sua fortuna, o que bem pouco interessa para o efeito, mas nunca vi tamanha bateria de maus tratos, arrogância inquisitorial, falta de respeito e inveja reunidas em tão poucos minutos de emissão como a peça que reproduzo na íntegra, para que cada um possa, segundo a sua educação, lavrar opinião sobre o vergonhoso comportamento da jornalista-bombeira do politicamente correcto.
    O homem tem milhões, gasta-os como quer, conquanto pague os impostos e os serviços que encomenda. Dá emprego directo e indirecto a centos de produtores, fornecedores, decoradores, relações públicas, empregados de hotéis, condutores e mais uma legião de outros profissionais portugueses. Para mais, fazendo fé no que afirma, faz encomendas dignas de um Cressus a joalheiros, lojas de artigos de luxo, somando a tais gastos uns quantos milhões destinados a instituições de caridade. Ao contrário de tanto benfeitor alcandorado no orçamento do Estado, Lorenzo gasta do seu bolso. Talvez Judite de Sousa não se atrevesse a um milionésimo da má educação quando na presença de tanto governante pródigo que gastou milhares de milhões retirados dos impostos dos contribuintes, malbaratados no casino das promessas demagógicas. Estou certo que a mobilizadora dos recalcamentos colectivos jamais se constituiria em justiceira das dores e vergonhas nacionais na presença dos futebolistas milionários. Talvez Judite de Sousa – que também ganha uma fortuna – se pudesse questionar sobre as causas da agonia em que o país se debate após décadas de despesismo tresloucado.
    Tomara que em Portugal houvesse cem Lorenzos e que aqui derretessem as fortunas dando emprego a milhares de portugueses. É a cultura da inveja, sem dúvida o pior traço da mesquinhez ocultada pelos “valores” e pelas “convicções”. Espero encontrar a Judite na próxima campanha do Banco Alimentar.
    Vá, lembrando Almada, “coragem Portugueses, já só vos faltam as qualidades”.

    Nada mais precisa ser dito, não é mesmo?

  • Mauricio Sá

    João Rosa, sinceramente, adorei o eufemismo que você utilizou. Em relação ao rapaz ser brasileiro -ou não, de “lá querer saber do Brasil” -ou não; isso nada tem de relevante com o que foi abordado no texto. Mesmo que ele fosse brasileiro, angolano, português ou japonês seria indiferente, no meu modo de ver, para a crítica que foi feita a esta senhora.
    Honestamente, eu me esforcei mas não entendi o que você quis dizer.

  • Sofia

    Pq ela não olha os milhares de euros que gasta em roupas e sapatos e em resorts de luxo em Portugal. Aquando questionada pela revista Sábado sobre isso, a mesma senhora respondeu que “Ninguém tem nada a ver conde ela gasta o dinheiro dela”. Ela teve esta reação pq foi traída pelo marido, prefeito de Sintra, está desequilibrada e humilhada perante todo o país.

  • João Rosa

    Maurício Sá você está bastante incorrecto, [insultos dispensáveis].

    Além demais o jovem em questão de brasileiro só tem o sotaque, pois do Brasil não quer ele saber…

  • Caio Sant

    Não aguentei ver o vídeo até o final.

  • João Nemo

    É óbvio que o rapaz tem várias opções um tanto tolas na vida, mas para quem vive com dinheiro transbordando ele até parece bem equilibrado. O fato de gastar de forma realmente fútil não trás qualquer prejuízo econômico a ninguém, muito menos ao país, já que “gastar” é a maneira de distribuir renda para todos os que vendem ou prestam serviços nas suas gastanças. Eu não gostaria de ter um filho assim, mas o que ele faz com o dinheiro que tem é problema dele e essa fulana da TV portuguesa sempre foi muito mais tola que ele sem precisar, para isso, dispor de uma fortuna. Sempre foi uma perfeita boboca pretensiosa e parece que exalta a inveja como uma espécie de consciência crítica.

  • João Nemo

    É óbvio

  • Henrique

    Hehehe, Maurição! To com uma peninha dele, tadinho, tão oprimido pelo sistema! rsrs Chamem o Rodrigo Constantino pra salvá-lo! kkkkkk… Inveja de brasileiro não é novidade aqui em Portugal, né? Muito menos exclusividade de milionário. Aquela entrevista, de um jeito ou de outro, seria necessariamente um filhote de cruz credo. Enxertar uma pauta da revista Caras, num telejornal “das 8″, ancorado por um ícone do jornalismo lusitano aspirante a Marília Gabriela, tinha que sair um aborto daqueles mesmo. Abraço!

  • Miucha

    Foi um lixo que envergonhou tanta, mas tanta gente, que as redes sociais ficaram inundadas de anti-juditite, sendo a juditite um ataque grave de infecção por inveja, cegueira para com a sua própria condição social e muito PC – politicamente correcto. Venham a nós os ricos a gastar como o Lorenzo para se cumprir aquilo em que a própria Judite acredita (é socialista) – o Crescimento da economia pelo consumo, mas que deitou para trás das costas nesta entrevista. Ficou- se pela moral trauliteira.

  • Antonio Carlos Vidigal

    Será que o fato de ele contar que gastou essa fortuna na sua festa de aniversário não merece críticas? Faz lembrar aquela entrevista débil do filho de Eike Batista na Veja Rio contando quanto gasta e quanto custam os carros dele.

  • Margarete Duó

    Parabéns, Sr. Maurício Sá!

© 1983 - 2014 - Instituto Liberal - Todos dos direitos reservados.

Voltar para o topo